Passo de Camaragibe firma contratos com empresa investigada por fraude milionária

Compartihe

A Prefeitura do Passo de Camaragibe firmou contratos com uma empresa que está sendo investigada pelo Ministério Público de Alagoas (MPAL) por uma suposta fraude milionária em um município do Estado. Os contratos que a gestão do prefeito Ellisson Santos (Republicanos) fez com a Rafael Rogério da Silva Fardamentos totalizam quase R$ 1 milhão em registros de preços.

A empresa Rafael Rogério da Silva Fardamentos venceu 40 lotes do pregão eletrônico nº 19/2022 do tipo registro de preço no Passo de Camaragibe. A data de publicação dos resultados é de 13 de julho desse ano. Os lotes vencidos pela empresa investigada somam R$ 964.195,00.

Os lotes vencidos pela investigada variam de preço conforme a demanda. O lote 48, que trata de mochila de costa em nylon e silkscreen totaliza R$ 108.800,00. Outro lote com o segundo maior preço registrado é o 30, que trata de conjunto bata (manga curta) e calça em brim silkscreen, totalizando R$ 42.500,00.

De acordo com a investigação na cidade alagoana que o Ministério Público abriu um processo e pediu o afastamento de sete pessoas, Rafael Rogério da Silva (desempregado) é um “testa de ferro” do esquema de fraude em licitação.

A empresa Rafael Rogério da Silva Fardamentos estaria envolvida numa fraude num montante de R$ 1.149.876,26 na cidade que está sendo investigada. Na investigação, Rafael Rogério, que aparece como representante legal da empresa Rafael Rogério da Silva Fardamentos, foi cooptado na periferia da cidade de Caruaru-PE e usado como testa de ferro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.