Compartihe

Secretária de Turismo Patrícia Mourão afirma que Maceió continuará sendo um dos principais destinos turísticos do Brasil

Claudio Bulgarelli

Em entrevista exclusiva para a Tribuna Independente, a nova secretária de Turismo de Maceió, Patrícia Mourão, que já ocupou a mesma pasta na gestão de Ronaldo Lessa, assim como o acompanhou na sua administração no Governo do Estado como secretária de Políticas para Minorias, afirmou que a criação de novos roteiros, tanto através da revitalização de certos produtos quanto na tematização e segmentação de várias atividades, além das diversas intervenções urbanas e adaptações nos meios de hospedagem, bares e restaurantes, para garantir a acessibilidade para todos, são politicas que devem ter continuidade para que Maceió continue sendo um dos principais destinos turísticos do Brasil.

TI- Qual sua expectativa de voltar a Maceió ocupando novamente um cargo público, no caso como secretária de turismo?

PM- A melhor possível! Espero que a minha experiência aliada à renovação e competência da nova geração, tanto na prefeitura quanto no setor privado, produzam resultados inovadores com impactos positivos para a atividade turística e a cidade.

TI- O que esperar para o turismo em Maceió num possível pós-pandemia?

PM- Todos sofreram bastante com a pandemia, mas dois setores muito particularmente atingidos foram o turismo e a cultura. Assim, nessa retomada, acredito que, ao liberar essa demanda reprimida, vamos ter uma nova era de grande fluxo turístico. A campanha de vacinação da prefeitura tem sido muito bem conduzida e sucedida, além da implementação de medidas de proteção comprovadamente eficientes que qualificaram Maceió a ocupar um lugar de destaque na preferência do turista nacional e futuramente, internacional. Aliás, já estamos verificando essa tendência em neste mês de julho.

TI- Quais lições e aprendizados do passado poderiam ser colocados em prática na atualidade?

PM- A primeira lição é não se precipitar em pensar que estamos inventando a roda e que as nossas propostas de solução para um problema nunca foram aplicadas antes. Ou seja, de fato, aprender com o passado nos ajuda a retomar o caminho das pedras e evitar repetir os mesmos erros, mesmo levando em consideração que o mundo esta muito diferente e que houve grandes mudanças nestes últimos vinte anos. A segunda, é que quanto mais trabalharmos integrados, e a tecnologia hoje em dia permite isso de forma virtuosa, melhores resultados teremos, potencializando a nossa sinergia.

TI- Quais políticas poderiam ser implementadas para que Maceió continue sendo um dos mais atrativos destinos turísticos do Brasil?

PM- A elaboração do Plano Municipal de Turismo através de um planejamento compartilhado com todos os stakeholders da cadeia produtiva do turismo; a criação de novos roteiros, tanto através da revitalização de certos produtos  quanto na tematização e segmentação de várias atividades;  as diversas intervenções urbanas e adaptações nos meios de hospedagem, bares e restaurantes, para garantir a acessibilidade  para todos, destacando Maceió como uma cidade efetivamente inclusiva; a sistematização de campanhas regulares de divulgação e marketing;

TI-E quais continuam sendo os principais problemas da capital em relação ao turismo?

PM- No momento, acho que o principal problema continua sendo a manutenção da orla – que é a mais linda do Brasil – desde as galerias pluviais (línguas sujas), até a organização dos passeios às piscinas, passando, claro, pelas pequenas obras constantemente necessárias, entre outras ações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *