Empresária lança chapa de lojistas para concorrer à presidência da Aliança Comercial

Compartihe

Claudio Bulgarelli

A empresária Silvânia Ferreira, da Ótica Boa Vista, lançou oficialmente sua chapa para concorrer à presidência da Aliança Comercial nas eleições que vão ocorrer no próximo dia 1º de junho, na sede da entidade, no centro de Maceió. Depois de um mês inteiro em campanha e visitas aos lojistas do centro da cidade, recebendo apoio de importantes lideranças comerciais, a lojista oficializou a chapa “Um Novo Centro se faz com uma Nova Aliança´´.

Encabeçando a chapa a própria Silvânia, como presidente; Diego Mesquita, da Ótica Veja, como vice-presidente; Marcel Duarte da Costa, da Erva Doce, como diretor administrativo e Ana Paula de Lima, do Mercadão das Malhas, como diretor financeiro. A chapa tem ainda o diretor financeiro na pessoa do lojista Alexandre, da A Top; Diretoria de Relações Públicas, com Vânia Nutels, da Flu Look e Diretor de Planejamento com Claudio Mendonça, da Amazonas Plástico. Os diretores Adjuntos são João Correia, do Estacionamento; Eduardo Xavier, do Restaurante Batalha e Jose Medeiros da Costa, da Costa Importação e Comércio. Para o Conselho Fiscal foram escolhidos os nomes de Marcio Leandro, da Sapatos; Jailson Barbosa, da Shalon Confecções e Roberto Lucena, da Drogaria Lucena.

Durante a semana, acompanhada do Ten. Coronel Mário Xavier, Comandante do Primeiro Batalhão e do Capitão Cardoso, oficial responsável pela operação de policiamento do centro da capital, a candidata esteve visitando vários lojistas. Silvânia Ferreira, considerada como uma das lojistas que mais luta pelas melhorias do centro da cidade, se tornou referência na luta pelos direitos dos comerciantes nos últimos 10 anos, bem como pela melhoria da infraestrutura da região.

A lojista, que é sócia da Aliança com a Ótica Boa Vista desde 2001, já ocupou o cargo de diretora de eventos e de vice-presidente em dois mandatos diferentes. Seu slogan de campanha, “Um novo centro começa com uma Nova Aliança´´, vem angariando importantes apoios pela possibilidade de mudança na Aliança. Em primeiro lugar ela quer resgatar a importância da Aliança Comercial, que em seus tempos áureos tinha 200 associados, e hoje não passa de 35, dando dignidade ao comerciante do centro, região que mais gera empregos no setor do comércio. A empresária também quer tornar realidade o projeto de revitalização do centro. Para isso pretende se reunir com o prefeito JHC e demais autoridades municipais, na tentativa de colocar em prática o projeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *