Barra de São Miguel vai ganhar dois novos empreendimentos hoteleiros

Compartihe

O município da Barra de São Miguel, no Litoral Sul, que já foi o principal balneário turístico de Alagoas nos anos 80, depois de um período que se consolidou mais como segunda morada através do lançamento de dezenas de condomínios de casas e apartamentos, volta a ocupar o cenário turístico com dois novos empreendimentos hoteleiros. O primeiro a ser apresentado ao trade foi o Ritz Barra, do grupo Ritz Incorporações, do empresário Márcio Coelho. E mais recentemente o grupo B. Beach apresentou seu projeto para construção de um hotel luxury no município.

Após anos de negociações e adequações para conquistar as licenças necessárias, a Ritz Incorporações, proprietária das marcas de hotéis Ritz Lagoa da Anta e Ritz Suítes, em Maceió, lançou oficialmente o novo Ritz Barra de São Miguel (Ritz BSM), anunciado como “luxuoso condo-hotel Boutique pé na areia”, na praia Bonita. O projeto prevê 76 apartamentos entre 34 e 165 metros quadrados, divididos em 5 pavimentos, com lofts, apartamentos de um e dois quartos e oito opções de coberturas entre 65 e 165 metros quadrados, todas com área privativa de lazer e piscina. 

De acordo com o grupo, o novo Ritz BSM terá ainda um bar de praia e bar na piscina, fitness center frente mar, spa, lounge, pub, conference e business center, além de um restaurante, assinado pela chef Marcella Coelho. As obras devem começar em breve e o novo empreendimento está previsto para ser entregue em 24 meses, ou seja, em abril de 2023.

Já o Barra Beach, do grupo de mesmo nome, foi apresentado no mês passado aos representantes da Prefeitura, do Instituto de Meio Ambiente e a Câmara de Vereadores. Os representantes do hotel discutiram uma demanda do Executivo e do Legislativo da Barra a respeito do Projeto de Lei Nº644/2019, que trata sobre o sombreamento na faixa de areia a beira mar. A empresa apresentou estudo explicando a localização exata da posição do prédio e da movimentação da sombra, que não ultrapassa o limite devido à orientação da edificação no terreno.

O grupo B. Beach reforçou que o projeto deve gerar 100 empregos diretos na fase da obra e 200 indiretos. O empreendimento, que será um hotel de luxo, está estimado em R$ 80 milhões e o retorno acima no valor total do investimento a partir do pagamento do Imposto Sobre Serviço (ISS) de 5% para o município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *