Japaratinga, uma das joias mais valiosas do litoral norte alagoano, vai investir cada vez mais no turismo.

Compartihe

Claudio Bulgarelli-Sucursal Região Norte

Cercada por vizinhas famosas e badaladas (ao sul está a Rota Ecológica, com destaque para São Miguel dos Milagres e ao norte está Maragogi, com suas inigualáveis Galés), Japaratinga, apesar de menos famosa, tem tantas belezas capazes de atrair os turistas mais exigentes. Mas talvez por ser menos famosa, Japaratinga consegue ser um recanto de paz, com muita tranquilidade e preços mais acessíveis (especialmente os das pousadas, se comparadas com as da Rota Ecológica, e os dos hotéis, se comparados aos de Maragogi).

Japaratinga é a penúltima cidade do litoral norte de Alagoas, simpática, com um centro urbano debruçado sobre o mar, uma estrada à beira mar, muito verde e pouco movimento, o que vem conquistando muitos admiradores, inclusive no exterior. Alguns anos atrás, No site “Thousand Wonders (Mil maravilhas), a cidade é listada como um dos paraísos da Terra. E não é só Maragogi que brilha com suas fabulosas piscinas naturais.

O município possui muitas praias legais. A de Japaratinga propriamente dita fica na vila. É onde se encontram a prefeitura, os postos de saúde, as escolas, as praças, a delegacia, o mercado público e a Igreja Matriz de Nossa Senhora das Candeias, construída pelos holandeses há mais de 300 anos. Com águas mansas e mornas, tem bares e restaurantes. Saindo da cidade para as outras praias, passa-se por belas falésias e chega-se a Praia de Bitingui, com suas casas de veraneio e águas mansas.

Logo depois vêm à praia de Barreiras do Boqueirão com suas fontes de água mineral e agradáveis bares e restaurantes. A seguir vem a Praia do Pontal do Boqueirão, a mais deserta, com seus densos coqueirais, areias brancas e muita tranquilidade.  O quinto trecho é a Praia do Pontal, no encontro do mar com o Rio Manguaba. É ali que se toma a balsa para atravessar para a vizinha Porto de Pedras.

Outra grande atração turística é a piscina natural destinada à visitação turística, conhecida como “Picão”. A área já vinha sendo explorada economicamente por operadores que levam visitantes até o local, por meio de embarcações, mas faltava a delimitação e homologação por parte do ICMBio. A Piscina Natural do “Picão” possui uma área aproximada de 23

hectares e perímetro de 2,1km.

E com a abertura para visitação da recém-inaugurada Reserva da Bica, o município de Japaratinga ganhou mais um atrativo que incrementa e diversifica a experiência turística na região da Costa dos Corais.
O sítio possui 200 metros de extensão à beira-mar por dois quilômetros vale adentro, com cobertura total de 18 hectares, cinco são exclusivos para a área de proteção ambiental que, em 2019, recebeu o título de Reserva Particular do Patrimônio Natural. .
Atualmente a nova gestão do prefeito Déo da Usina, eleito em novembro de 2020, que trouxe de Maragogi a experiente Thereza Dantas para comandar a pasta de turismo, pretende investir cada vez mais no setor, valorizando uma parcela importante da economia do município, onde hotéis e pousadas, restaurantes e passeios turísticos, empregam centenas de pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *