Aulas da rede municipal em Maragogi começam dia 1º de março de forma hibrida

Compartihe

Claudio Bulgarelli-Sucursal Região Norte

As aulas na rede pública municipal de Maragogi vão ter inicio no dia 1º de março com o ensino híbrido, ou seja, a modalidade funcionará com escalonamento de turmas. Mas serão as atividades internas com os professores que vão dar a largada para o ano letivo. O anúncio foi feito pelo prefeito Sérgio Lira em entrevista à rádio Maragogi FM. Ele afirmou que pretende dar garantia para o retorno seguro dos alunos e profissionais da área. Ele também vem articulando a volta às aulas com os prefeitos na Associação dos Municípios Alagoanos, através da Confederação Nacional de Municípios.

O gestor explicou como será essa retomada: “Inicialmente vamos abrir só o 1º e o 9º ano em esquema hibrido: quem estuda segunda, quarta e sexta; na outra semana estuda terça e quinta; e vice-versa. As merendas serão dadas de maneira individualizada no pacotinho para não haver manipulação. Não haverá atividade esportiva coletiva. O pessoal da limpeza vai limpar os banheiros seis vezes ao dia para que a gente tenha o mínimo de possibilidade de contaminação. Haverá distanciamento social: carteiras marcadas e não marcadas e a gente vai estreitar o tempo, o que se dava em 50 minutos; vai ser em 30 minutos para que as pessoas não fiquem dentro muito tempo”, informou.
Lira, que também é vice-presidente da AMA, comunicou que haverá primeiro atividades internas com os professores a partir de 1º de março. “A gente vai passar essa primeira semana com os professores trabalhando internamente. Os professores que oportunamente serão vacinados retornam presencial, os que tiveram a contaminação de três meses para cá, podem voltar. Nesse sistema encurtado e diferenciado”, disse.

Comunicou que o município vai ofertar também o ensino à distância para os pais que não optarem pela forma presencial. “Os pais que não quiserem que os alunos estudem presencialmente, eles serão inscritos no EAD. Não vão deixar de ter aulas. Vão receber o material, os pais levam pra casa. A gente vai respeitar a opinião dos pais”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *