Théo e Henrique Pontes renunciam a salários caso sejam eleitos em São Miguel dos Milagres

Compartihe

Numa atitude inusitada e no mínimo inédita para os padrões da política alagoana, o candidato a prefeito pelo PROS em São Miguel dos Milagres, Théo Pontes e seu vice, o filho, Henrique Pontes, abriram mão do próprio salário por toda a gestão de 4 anos, caso sejam eleitos na capital da Rota Ecológica, como forma de provar que irão cumprir com as propostas do plano de governo. Eles registraram na manhã sexta-feira, dia 6, em cartório, uma declaração pública onde abrem mão dos salários.

Declararam também que o valor do salário será destinado para comprar material de construção e doar a comunidades carentes da cidade, bem como adquirir cestas de alimentos para famílias mais necessitadas. O salário de prefeito de São Miguel dos Milagres e de R$ 13.500,00 e do vice, R$ 7.500,00. Caso sejam eleitos, com a renúncia de salários, serão destinados mais de R$ 1 milhão para a população, nos quatro anos de mandato. Théo Pontes, logo depois exibiu o documento e afirmou: “Eu quero mostrar para a população de São Miguel dos Milagres que não quero nada dos milagrenses. Meu objetivo é provar que os projetos que tenho falado e mostrado para São Miguel dos Milagres serão realizados, caso eu seja eleito”. Théo Pontes fez o registro da renúncia de salário de prefeito no cartório de São Miguel dos Milagres. Já Henrique Pontes assinou no cartório em Maragogi