Candidato a vereador Flávio Moreno tem 17 Propostas para Maceió

Compartihe

O seu mandato será mais do que apenas o de um fiscal do povo e elaborador de leis municipais, mas daquele que já fez e vai fazer muito mais para avançar o desenvolvimento de Maceió e defesa de seus moradores. Conheça aqui as seis primeiras propostas de Flávio Moreno.

SEGURANÇA E COMBATE À CORRUPÇÃO

1 – Ser na Câmara Municipal, o porta voz municipal do Porte e Posse de Armas para o cidadão de bem de Maceió, da Segurança Pública e do Combate à Corrupção, implantar o projeto: “Lince – Olhos da Segurança”, tolerância zero a criminalidade dos pequenos aos grandes delitos, dando a devida segurança ao cidadão de bem, com rondas, monitoramento e presença do policiamento municipal juntamente com as demais forças de segurança pública e privadas valorizadas nos bairros 24 horas e 7 dias na semana, via parceria da prefeitura com os demais poderes públicos e iniciativa privada;

2 – Lutar pela implantação da mais alta tecnologia no monitoramento, prevenção e repressão ao crime via sistema integrado de inteligência, com câmaras, drones, dos órgãos de segurança, aplicativos, treinamento da população e porteiros de prédios, comerciantes e agentes públicos, inclusive com dispositivos de defesa pessoal;

3 – Transformar a Guarda Municipal em Guarda Civil Municipal (Polícia Municipal) armada trabalhando integrada com as demais forças de segurança, garantindo segurança para população 24 horas por dia, 7 dias da semana;

EDUCAÇÃO VERDE E AMARELA E JUVENTUDE

4 – Educação Verde Amarela: Implantar o modelo federal das Escolas Cívico-Militares, nas creches e escolas de Maceió, resgatando os valores pátrios, cristãos e da família em todas unidades de ensino do município de Maceió, começando em 1 em cada região administrativa (RA), pelas unidades do Benedito Bentes, Jacintinho, Tabuleiro, Vergel do Lago, Farol e Ponta Verde, Cruz das Almas, eliminando a interferência negativa e destruidora da doutrinação ideológica marxista, ideologia de gênero e do método de Paulo Freire na educação, garantindo a valorização e respeito aos profissionais da educação;

5 – Criar o Programa Jovem do Amanhã: viabilizar que jovens de 14 a 24 anos e recém formados nas diferentes áreas profissionais entrem no mercado profissional;

6 – Criar o QUALIFICA +: programa de qualificação e capacitação de desempregos e dos recém formados que buscam o primeiro emprego, os colocando no mercado de trabalho;