Reunião entre Governo e Empresa BRK define como será a gestão da CASAL, já privatizada

Compartihe

O governador Renan Filho se reuniu com diretores da BRK Ambiental, empresa privada de saneamento básico que venceu, no dia 30 de setembro, o leilão para a concessão regionalizada dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário da Região Metropolitana de Maceió. O primeiro encontro após o certame entre os representantes das esferas pública e privada serviu para, dentre outros assuntos, iniciar as discussões de como se dará o processo de transição, voltado à gestão e operacionalização dos serviços, entre a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) e a BRK.

A BRK assumirá a concessão dos serviços de água e esgoto de 13 cidades da Região Metropolitana de Maceió, que reúnem 1,5 milhão de habitantes. Após apresentar a proposta de maior outorga fixa ao Estado, com o valor de R$ 2 bilhões, a empresa assina um contrato de 35 anos e será responsável por investir R$ 2,6 bilhões em infraestrutura ao longo do período de concessão, sendo R$ 2 bilhões já nos seis primeiros anos.

Renan Filho afirmou que o Estado está vivendo um novo momento com um ciclo virtuoso de investimentos, tanto na esfera privada como pública. “Atraímos um investimento privado de grande porte. Só o compromisso de investimento mais a outorga, girando em torno de R$ 4,5 bilhões, representa de 7 a 8% do nosso PIB. Isso é algo muito significativo”, observou o governador, ao se referir aos recursos auferidos e que serão investidos em Alagoas.