Ricardo Paranhos quer resgatar a dignidade da população de Jaramataia.

Compartihe

Jaramataia é uma cidade cheia de histórias e encantos, localizada no agreste alagoano, onde guarda na sua memória, a essência da cultura dos povos que habitavam a região. É com esse pensamento que o pré-candidato à prefeitura dessa simpática cidade, Ricardo Paranhos, com o objetivo de resgatar a dignidade de uma população que vem sofrendo nos últimos quatro anos, se põe novamente em marcha para as eleições municipais de novembro. Ricardo, que é do MDB, mas conta com apoio do Partido Republicano da Ordem Social (PROS), além do PSD, partido do pré-candidato a vice-prefeito, Zé de Eliomar.

Ricardo Paranhos, mesmo sendo um jovem político, que nasceu e vive sempre com a gente de sua cidade, de simpatia e carinho inigualáveis com povo, tem uma bagagem invejável como homem público e administrador. Entre os anos de 2008 a 2012, Paranhos foi vice-prefeito da cidade e entre 2013 a 2016 assumiu a prefeitura. Após quatro anos, ele entra na disputa para resgatar a dignidade da população jaramataiense. E a chapa composta no município tem potencial para eleger um bom número vereadores para Câmara Municipal nas eleições de 15 de novembro.

“O governo atual não fez nenhuma obra estruturante no município. Hoje, diversos funcionários da Prefeitura de Jaramataia são de fora da cidade, e por isso que nosso comércio está defasado porque o pessoal ganha o dinheiro e vai gastar fora. Jaramataia precisa ser resgatada pelo seu povo. Se eleito, vou fazer a economia circular colocando os filhos da terra em 100% dos cargos na prefeitura”, disse Ricardo Paranhos.

A origem do município, que data por volta de 1882, é a fazenda Jaramataia, de Manoel Barbosa Farias. Naquela época, havia apenas uma pequena casa onde residia uma senhora conhecida como Luzia. Exatamente onde se encontrava hoje construída a cidade era a sede da fazenda. Pouco tempo depois chegou ao local Dezinho Barbosa de Amorim, que começou um pequeno sítio. Os oito filhos do seu casamento continuaram na região formando suas próprias famílias e fazendo crescer o povoado: a Jaramataia dos Barbosa. O nome se originou da grande quantidade de jaramataias, árvore abundantes que cobriam parte das terras. Em 1900 foi construída a primeira capela do povoado. Cinquenta e quatro anos depois foi concluída a atual matriz de Nossa Senhora da Conceição. O povoado cresceu rápido e em 1961 foi elevado à condição de distrito.