Município recebe projeto de restauração da Casa de Aurélio Buarque de Holanda

Compartihe

A mais de 110 anos atrás, no dia 3 de maio de 1910, na Rua 13 de maio, próximo ao rio Camaragibe, na cidade de Passo de Camaragibe, nascia Aurélio Buarque de Holanda, que viria a ser, no futuro, o maior dicionarista do Brasil. Viveu parte de sua infância nessa casa, antes de se mudar para Porto de Pedras e depois, em 1923, para Maceió. A casa simples, com duas salas de frente, seis quartos, enorme sala de jantar, despensa, cozinha e quintal, tombada pelo Patrimônio Histórico, encontra-se em abandono há muitos anos. Na manhã de ontem, quarta-feira, 12, essa história começou a mudar. É que a prefeitura da cidade, enfim, recebeu o projeto arquitetônico de restauração da Casa de Aurélio, equipamento cultural do município, que será totalmente recuperado e onde funcionará um museu em memória do escritor e lexicógrafo Aurélio Buarque de Holanda.

A casa foi adquirida pelo município no dia 14 de junho de 2019, na ocasião da  comemoração do aniversário de 139 anos de emancipação política do município. O projeto prevê a manutenção da arquitetura da época em que Aurélio nasceu, preservando a imagem do prédio e adaptando a estrutura para visitação. A intenção é incrementar o turismo na cidade e manter viva a memória do ilustre camaragibano.

Para colocar em pratica esse importante projeto, na próxima semana a prefeita Vânia Câmara estará em Brasília para viabilizar os recursos para a obra. Segundo a prefeita Vânia Câmara, “restaurar a Casa do Mestre Aurélio, orgulho do nosso povo e de todos os brasileiros é fundamental. Vamos buscar esses recursos e entregar essa obra, que se transformara, com certeza, em meta de visitação turística, trazendo benefícios para a cidade e para toda a região Norte”.